Núcleo Telessaúde MT se qualifica para a oferta nacional de telediagnóstico em eletrocardiograma

Nos dias 11 e 12 de dezembro a coordenadora do Núcleo Telessaúde MT Maria Conceição da Encarnação Villa, o coordenador de campo Valdelirio Venites e os técnicos de informática Jorge Araújo Bezerra e Julio Miguel Alberto Vaz participaram de uma capacitação sobre a oferta nacional de telediagnóstico em eletrocardiograma na Rede de Teleassistência do Hospital das Clínicas/UFMG/EBSERH em Belo Horizonte/MG.

A capacitação teve o objetivo de qualificar a equipe para o uso da Plataforma Nacional de Telediagnóstico, operar e instalar o novo sistema de gestão de laudos de ECG e planejar ações em conjunto com a Rede de Teleassistência de Minas Gerais para realizar a implantação em Mato Grosso a partir de fevereiro de 2018.

A equipe da Rede de Teleassistência de Minas Gerais que realizou a capacitação e que possui uma experiência de muito sucesso na realização de telediagnóstico em eletrocardiograma foi formada pelo coordenador Prof. Dr. Antonio Luiz Pinho Ribeiro e pelos gestores Prof. Dra Maria Beatriz Moreira Alckmin, Prof. Daniel Vítor Vasconcelos Santos, Leonardo Bonisson Ribeiro, Maria Cristina da Paixão, Carlos Henrique Souza, Helen Lisboa Alves  e também pelo técnico de informática da UFRN Emerson Silva.

A Rede de Teleassistência de Minas Gerais foi designada pelo Ministério da Saúde como um Núcleo especialista que será responsável em laudar os exames de eletrocardiograma e oferecer o suporte clínico para os casos em que houver alteração no exame. Com essa oferta para Mato Grosso, haverá maior agilidade na realização do laudo que será feito no mesmo dia, o laudo poderá ser acessado pela Unidade solicitante, contando ainda com o controle de qualidade e expertise de quem realiza mais de 2000 exames por dia.

Em fevereiro de 2018 uma equipe da Rede de Teleassistência de Minas Gerais virá a Cuiabá e Sorriso para qualificar os profissionais que realizam os exames das Unidades de Saúde que são ponto de telediagnóstico em Mato Grosso, de 14 municípios e também de novos municípios que adquirirem o equipamento de eletrocardiograma. Também está programada a participação dos gestores da Rede de Teleassistência no Encontro do Cosems a ser realizado em março.